Indústria

Ações da Apex-Brasil posicionam o Brasil entre os cinco maiores países exportadores de couro

Ações da Apex-Brasil posicionam o Brasil entre os cinco maiores países exportadores de couro

Promoção comercial, sustentabilidade, design e inteligência de mercado são alguns dos pilares que dão base ao trabalho desenvolvido pela agência.

 

De acordo com o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), o Brasil chegou ao ranking dos cinco maiores exportadores de couro do mundo. Segundo o CIBB, o papel da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para a evolução e participação da matéria-prima no mercado internacional deve ser destacado.

Antes, o Brasil exportava menos de US$ 700 milhões por ano em couros e hoje são US$ 2 bilhões anuais – um salto de 65%. Companhias curtidoras de todos os portes – começando pelas microempresas, que iniciam seus primeiros passos nas exportações – foram oportunizadas de ascender no comércio exterior por meio de ações da Apex-Brasil, criando empregos, renda e divisas para o País.

Promoção comercial, sustentabilidade, design e inteligência de mercado são alguns dos pilares que dão base ao trabalho desenvolvido pela agência – que conduz, em parceria com o CICB, o projeto Brazilian Leather, para o incentivo às exportações de couro.

São 260 curtumes no Brasil, dos quais 110 (que abrangem mais de 90% das exportações totais do País) estão inseridos no Brazilian Leather, participando de ações que possibilitam exportar para mais de 90 nações, como China, Itália, Estados Unidos e Vietnã.

 

Fonte: Primeira Página.

Redes Sociais