Publicado em:
8
11/2017

Vendas no varejo paulista crescem 6,5% em agosto e atingem R$ 52,1 bilhões

Segundo a FecomercioSP, setor faturou R$ 3,2 bilhões acima do registrado no mesmo período do ano passado. Lojas de vestuário, tecidos e calçados estão entre as que mais cresceram no período.

Em agosto, as vendas do comércio varejista no Estado consolidaram a recuperação do consumo, com taxas crescentes de expansão. No mês, as vendas no varejo paulista cresceram 6,5% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Foi a quinta maior cifra registrada para o mês desde o início da série histórica, em 2008. O comércio varejista faturou R$ 52,1 bilhões no período, R$ 3,2 bilhões acima do apurado em agosto de 2016. Com esses resultados, a variação acumulada de janeiro a agosto deste ano foi de 4,1%, que, em termos reais, representou um crescimento de R$ 15,8 bilhões na comparação ao mesmo período do ano passado.

Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP).

De acordo com a FecomercioSP, a consolidação do ciclo de recomposição das vendas varejistas é ancorada na sucessão de variáveis econômicas positivas obtidas ao longo deste ano, que começou com as quedas nas taxas de juros e de inflação, a melhoria na renda agrícola e nas exportações e a injeção dos recursos das contas inativas do FGTS, mantendo o cenário econômico em ritmo de recuperação.

Assim como nos meses anteriores, a queda nos índices de desemprego também foi fundamental para a retomada, e reforça cada vez mais a confiança no poder de compra dos consumidores.

Fonte: Assessoria FecomercioSP e Primeira Página